Tribunal de Justiça julga 130 processos em sessão itinerante na UFMA

Com o objetivo de aproximar a Justiça de 2º grau da população e da comunidade acadêmica, o Tribunal de Justiça do Estado (TJMA) realizou nesta terça-feira (16) a primeira sessão itinerante da 2ª Câmara Cível, no Centro Pedagógico Paulo Freire da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), com a participação de mais de 70 pessoas, entre estudantes e servidores da Justiça.

Composta pelos desembargadores Guerreiro Júnior (presidente), Marcelo Carvalho e José de Ribamar Castro, a 2ª Câmara Cível julgou 130 processos (61 em pauta e 69 em extrapauta). Participaram da sessão, o reitor da UFMA, Natalino Salgado, representantes do Ministério Público (MP) e da Ordem dos Advogados do Maranhão (OAB).

De acordo com o desembargador Marcelo Carvalho, o projeto permite ao Poder Judiciário uma maior descentralização, possibilitando uma maior interação com a realidade social. “Para ser um juiz verdadeiro, o magistrado tem que conhecer a realidade da comunidade”, frisou.

Natalino Salgado, reitor da UFMA, destacou que a universidade tem uma relação histórica com o Tribunal, através de parcerias firmadas no decorrer de sua trajetória, a exemplo da Casa da Justiça Universitária, que está em fase de implantação.

“Temos aberto os espaços da Universidade para o Judiciário visando consolidar esse processo de proximidade do Tribunal de Justiça com a sociedade”, ressaltou.

O estudante do 3º período de Direito, Davi Nogueira, falou da importância da realização de audiências na universidade como forma de aliar a teoria à prática. “Com a iniciativa, podemos ver na prática aquilo que assimilamos em sala de aula. As sessões itinerantes permitem à sociedade ver de perto o trabalho do Judiciário”, opinou.

Fonte: ASCOM TJ-MA

Deixe uma resposta